Eduard Henry

Eduard Henry

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

O TEMPO E A DOR

Há quem diga que o tempo cura as feridas. Eu acho que não é bem assim. Acredito que o tempo as modifica. Ele não faz com que a dor da perda desapareça, ele a transforma em uma dor diferente. O desespero, a dor, a angustia, a culpa e o sofrimento dão lugar à saudade e a certa nostalgia. Passamos a lembrar com carinho o tempo que tivemos a pessoa amada, mais do que a dor dela não estar mais ao nosso lado. Seguimos adiante, colhendo novos amores e novas vitórias pelo caminho. Contudo, o lugar que ela ocupava em nosso coração continuará sempre a lhe pertencer.

Nenhum comentário: