Eduard Henry

Eduard Henry

domingo, 19 de outubro de 2008

O CD do MOMENTO

É, na minha opinião, o melhor trabalho da Maria Rita. Confesso que não era muito fã dela, acho que foi uma certa gama de preconceito pelo fato de estar embalada pelo sucesso que foi sua mãe, também pela música super chata que tocava na abertura de uma novela da Globo - detestava aquela música. No entanto, o talento dela tornou-se notório neste CD. Realmente deu um colorido que faltava no samba. Um legitimo samba de raiz com uma pegada atualíssima. Me chamou muito a atenção os pianos - que diga-se de passagem - que nunca são sumidades em legítimos CD's de samba. Destaque para a faixa 2 - o homem falou - uma obra prima do Gonzaguinha. A bateria e percussão da faixa 6 - tá perdoado - é uma maravilha, a bateria de Cuca Teixeira não deixa nada a desejar em qualquer disco de samba. Apesar de ser uma música ultra batida - mais uma vez por causa da novela da Globo (esqueci o nome :-(  - o seu riff encerrava e abria todas as partes da novela. Entre muitos sambas e pagodes destaque também para as faixas 3 - maltratar, não é direito de Arlindo Cruz, uma letra belissima e as embaladíssimas Maria do Socorro, corpitcho e casa de Noca. Um CD que vale a pena comprar pra ter na coleção. Quem ouvir, preste atenção nas faixa que tem piano, é uma beleza ouvir os acordes super apurados e bem colocados de Tiago Costa. É um super CD.   

Nenhum comentário: