Eduard Henry

Eduard Henry

segunda-feira, 20 de abril de 2009

O CD DO MOMENTO - JOHN MAYER – ROOM FOR SQUARES



Room for Squares é um dos álbuns lançados por John Mayer, comercializado a partir de 18 de Setembro de 2001. É um excelente álbum de estréia de John Mayer, a grande revelação do pop rock norte-americano deste ano, com vendas superiores a dois milhões de cópias. São 13 faixas fantásticas, incluindo os destaques "Love Song for No One", "Great Indoors" e "Your Body is a Wonderland", que recebeu o Grammy 2003 de melhor performance vocal masculina. Não deixe de conferir!

Destaques:
A mais comercial: Your body is a Wonderland.
A minha favorita: por enquanto é a primeira faixa: No Such Thing.
Onde a guitarra é fantástica: em Neon, um riff bacana de guitarra acompanha as estrofes.
A minha letra: 83 (segue tradução abaixo)

Vale a pena ouvir, pela musicalidade, pelo talento, pela sensibilidade e pelo excelente trabalho de produção. É um som muito semelhante ao produzido por outra banda que adoro, Jars of Clay. Acredito em ser um som muito próximo do que seria feito hoje pelos Beatles, IF, estivessem juntos.

Nascido em Bridgeport, Connecticut, Mayer escutava música pop, mas somente aos treze anos que ele começou a tocar guitarra. Quando um vizinho lhe deu uma fita de Stevie Ray Vaughan, Mayer descobriu o blues e aprendeu a tocar gaita. Depois de dois anos praticando, ele começou a tocar em bares de blues e outros locais. Depois de tocar guitarra por alguns anos, Mayer entrou na Berklee College of Music em Boston, Massachusetts aos 19 anos. Ele logo percebeu que, ao invés de estudar música, seu maior interesse era escrever e tocar. Assim, decidiu abandonar os estudos e mudar para Atlanta, Geórgia. Lá, ele iniciou sua carreira de fato, rapidamente ganhando fama local nos cafés e bares da região.
Além de compositor, produtor e cantor, Mayer é também um excelente guitarrista. Influenciado por Jimi Hendrix e Stevie Ray Vaughan, aceitou um convite de Eric Clapton para tocar no Crossroads Guitar Festival.

83
Eu tenho uns sonhos em que estou indo pra casa. Casa, onde ela costumava ser.
Tudo está como era antes, congelado diante de mim.
Aqui estou eu, bem menor, romantizando anos passados.
Mas é um sentimento meio triste, escutar "wrapped around your finger" no rádio.
E nesses dias, eu desejo ter 6 anos de novo. Oh, me faça uma capa vermelha.
Eu quero ser o Superman.Oh, se a minha vida fosse mais como 1983.
Tudo seria mais parecido com o que era no começo de mim. Foi em 83
Pensando no meu irmão Bem, eu sinto falta dele diariamente.
Ele se parece muito com seu irmão John, mas com dezoito meses de atraso.
Aqui estou eu, bem menor, e sorrindo porque estou assustado demais.
Parece que minha vida é a seqüência de um filme, no qual os nomes dos atores mudaram.
E nesses dias, eu desejo ter 6 anos de novo. Oh, me faça uma capa vermelha.
Eu quero ser o Superman. Oh, se a minha vida fosse mais como 1983.
Tudo seria mais parecido com o que era no começo de mim.
Se a minha vida fosse mais como 1983, planejaria um caminho para a partezinha mais pura de mim.
E a maioria das minhas memórias fugiram de mim, ou se confundiram com sonhos.
Se paraíso é tudo que eles querem que isso seja, mande suas orações pra mim, aos cuidados de 1983.
Você pode pintar nessa casa um arco-íris de cores, tirar as tábuas do chão e trocar as venezianas.
Mas aqueles são meus brinquedos na lama.
O que será que aconteceu? O que será que aconteceu com a minha lancheira? Quando chegou o dia que ela foi jogada fora?
Você não acha que eu deveria ter alguma opinião sobre essa decisão?
Se a minha vida fosse...

Nenhum comentário: